TENDÊNCIAS DE NEGÓCIOS PARA 2017

O ano de 2017, que agora começou, pode vir a ser uma boa altura para investir num negócio. Depois da contração economia e financeira dos últimos anos, especialmente devido às políticas de austeridade decorrentes da crise financeira que atingiu especialmente o mundo ocidental desde 2012, este pode assumir-se como um ano de viragem e uma boa altura para inverter a situação.

No entanto, a grande questão é em quê investir. As opções são sempre muitas e, claro, não existem fórmulas mágicas para o fazer sem risco. É, por isso, importante estar informado, perceber o mercado e contexto social e, acima de tudo, entender quais as grande tendências para este ano. Até porque vivemos numa era em constante mutação, em que o progresso tecnológico leva a transformações radicais em curtos espaços de tempo e que, portanto, fazem com que tenhamos de estar informados do mundo que nos rodeia. Assim, confira abaixo oito dicas de onde investir durante 2017.

I) Mantenha os jovens debaixo de olho

Os millenial, os jovens nascidos na mudança de século, estão a atingir a maioridade e começam a ser os consumidores de eleição. São jovens em geral qualificados, informados e com grande habilidade digital, que nasceram e cresceram em plena era tecnológica, que são portanto clientes com grande potencial. Por isso, entende-los – o que gostam, o que pensam, como agem… – é um passo fundamental para acompanhar num possível investimento de negócio.

II) Produtos tecnológicos

A inovação tecnológica continua a ser fundamental em 2017. É um passo decisivo para o sucesso de qualquer serviço ou produto e essencial para a alavancagem de qualquer marca ou empresa. Por isso, o casamento entre tecnologia e empreendedorismo será para manter durante 2017. O marketing digital, as Opções Binárias as plataformas autoexplicativas digitais e outras variantes continuarão a ser ferramentas essenciais e que permitem ganhar dinheiro sem ser necessário particulares conhecimentos técnicos.

III) O remarketing

É uma das grandes tendências do marketing para este ano. O remarketing, ou seja, o trabalhar marcas pessoais, tem-se assumido como um instrumento decisivo para marcar a diferença dos produtos no actual mercado utlra-competitivo, desde que se tornou global.

IV) Formação à distância

Com o advento da internet e a democratização das nova tecnologias, o trabalho deixou de ser necessariamente presencial. Cada vez miasmas o trabalho à distância é uma tendência dos tempos modernos. Por isso, as empresas vão necessitar cada vez mais de fardamentos eficazes para formarem os seus trabalhadores à distância.

V) Saúde e cuidado com o corpo

Provavelmente já reparou que uma das grandes tendências actuais é a preocupação com a saúde, nomeadamente com a nutrição e com os produtos que comemos. As pessoas têm-se tornado mais consciente não só dos seus actos de consumo, mas também do que comem. E, graças à evolução da tecnologia, esse acompanhamento não só é cada vez mais fácil, como incentivado pelas várias aplicações disponíveis no mercado. Por isso, tecnologias relacionadas com o desporto (o fitness, o running, o ginásio…), assim como aplicativos relacionados com o mercado da saúde e da nutrição, continuarão certamente a expandir-se durante 2017.

VI) O comércio electrónico

Mesmo que a maioria das pessoas continue a afirmar que o grosso da suas compras é feita nas lojas físicas, o comércio electrónico continua a crescer e a expandir-se. Cada vez há mais pessoas a consultar as lojas on-line e a tomar as suas decisões na internet, mesmo que depois terminem a compra fisicamente. Por isso, as lojas e as marcas têm apostado cada vez mais no chamado e-commerce, até porque não estar na world wide web é como não existir. A internet é um mercado global de mais de 2 biliões de usuários que não pode ser ignorado.

VIII) Sustentabilidade e produtos sustentáveis

Tal como as pessoas estão mais conscientes do que comem, também a sustentabilidade é uma das grandes tendências actuais, que ao que tudo indica continuará a expandir-se durante este ano. As pessoas estão cada vez mais interessada em perceber de onde vêm e como vêm os produtos que consomem, optando antes por práticas mais sustentáveis e amigas do ambiente. Ou seja, a “cultura da sustentabilidade” irá continuar a crescer certamente.

OPÇÕES BINÁRIAS VS FOREX

Provavelmente já ouviu falar de opções binárias. E também de forex. Mesmo que não esteja por dentro do mundo das Finanças, estes dois instrumentos financeiros têm tido uma expansão global muito grande nos últimos anos, tornando-se numa grande tendência dos investidores on-line.

Na internet encontramos centenas de relatos de pessoas que ganharam muito dinheiro com ambos. É comum ouvirmos histórias de quem investiu pouco e ganhou muito ou quem conseguiu rendimentos muito elevados num curto período de tempo. Por isso, é normal encontrarmos quem defenda que as opções binárias é que são a melhor forma de investir, assim como o oposto.

No fundo, não existe uma resposta correcta. Ambas são válidas. Por isso, o importante é compreender o que são estes instrumentos financeiros, para que servem, como funcionam e quais são os riscos inerentes. Só na posse desta informação é que poderá tomar a sua própria decisão, de forma ponderada e responsável.

Comecemos então pelas opções binárias, a ferramenta financeira que provavelmente terá tido a maior expansão dos últimos anos. São várias as vantagens deste instrumento, a saber: não necessita de um conhecimento aprofundado do mercado financeiro; oferece percentagens de rendimento elevadas, normalmente entre os 70 e os 80 por cento do montante investido; e permite fazer dinheiro em curtos espaços de tempo, normalmente entre 1 minuto e 15 minutos.

Nas opções binárias pode investir em diferentes tipos de activos à sua escolha, nomeadamente índices, câmbios, acções ou mercadorias. Depois de escolher no que quer investir, terá que escolher se o seu valor vai subir ou descer num determinado período de tempo. Não necessita de acertar sequer no valor exacto, bastando apenas acertar na tendência. Se apostar na subida estará a fazer uma aposta de cal. Se, por sua vez, apostar na sua descida, estará a fazer uma aposta de put. Como referido, em caso de vitória os seus rendimentos atingem uma média de 70 a 85 por cento de lucro; em caso de derrota perde todo o dinheiro investido.

Não sendo uma actividade regulada por uma entidade física, há que ter muito cuidado no momento de escolha da correctora on-line onde fará o seu investimento em opções binárias. Antes de começar, faça o trabalho de casa e pesquise sobre mais que uma correctora, comparando os comentários de outros usuários na internet. Tenha também a certeza que os seus dados pessoais nunca ficam comprometidos e, igualmente pertinente, perceba quais as burocracias de cada uma dessas plataformas no que diz respeito ao levantamento dos seus rendimentos.

Enquanto que as opções binárias têm sido o instrumento financeiro que mais usuários tem atraído, o mercado cambial forex é aquele que mais volume de dinheiro tem movimentado nos últimos tempos. Especialmente desde que surgiram as primeiras correctoras de forex na internet, que revolucionou o sector e passou a permitir aos seus usuários apostar de uma forma mais cómoda, sem sair de casa, e bastante simples. O mercado forex funciona igualmente 24 horas por dia, o que justifica também esse grande volume de dinheiro movimentado a nível global. Isso significa que, ao haver mais operações, também existe mais dinheiro disponível.

Uma operação forex envolve uma compra e um venda em simultâneo de duas moedas que são negociadas em pares. A mais comum é o euro e o dólar, mas existem outras. No entanto, estas transacções são sempre virtuais. Isso significa que estará a comercializar uma determinada taxa cambial, ou seja, o chamado PAR entre essas duas divisas. Tendo em conta a diferença de valor entre elas, poderá estruturar o seu investimento.

Em comparação com as operações binárias, o mercado cambial forex permite uma margem de lucro maior. O que significa que, ao mesmo tempo, o risco de ter uma maior perda é exponencialmente maior também. Tomemos um exemplo prático: o investidor adquire um lote de Euro/doláres por 100 mil dólares, com uma cotação do PAR de 1,0450 para 1,0500. Ou seja, o dólar está a valer mais que o euro de momento. Se entretanto, o dólar baixar o seu valor para, digamos, o investidor pode vender a sua posição e ter uma larga margem de lucro entre a diferença do valor inicial com que adquiriu o lote e o final com que o vendeu.

Apesar dos rendimentos serem consideravelmente maiores quando opera com margens elevadas, é prever´vil optar por lotes mais pequenos de forma a diminuir o risco das suas operações e não comprometer as suas finanças. Além disso, é também recomendável que recorra a uma correctora profissional para o ajudar na gestão da sua conta, cobrando apenas uma percentagem do lucro. O mais importante nas transacções forex é obter um bom equilíbrio entre investimento e rendimento, de forma a que a margem de lucro no final seja considerável.

No fundo, tanto o forex como as opções binárias são instrumentos financeiros com vantagens e desvantagens. O mais importante é ter sempre ciente que nenhum deles é uma fórmula mágica para ganhar dinheiro. Assim, deve sempre manter uma atitude sensata e responsável, sem comprometer o seu orçamento e sem gastar mais do que realmente pode.

OS MELHORES INVESTIMENTOS FINANCEIROS PARA 2017

Longe vão os tempos em que o melhor era manter o dinheiro bem guardado debaixo do colchão. Mesmo com a crise financeira e o colapso de algumas entidades bancárias, investir continua a ser uma excelente opção. Além disso, há que perceber que é necessário atingir um equilíbrio entre apostar tudo em investimentos de risco e manter a poupança toda no mesmo produto. É que para cada altura da vida existe um plane certo. E, independentemente da escolha tomada, poupar vale mesmo a pena.

O primeiro passo a tomar é parar e pensar para si mesmo o que necessita. Precisa de dinheiro a curto prazo, ou seja, nos próximos cinco anos, e não pode arriscar em algo menos conservador? Se a resposta a esta questão for positiva, então a sua solução passa pelos depósitos a prazo. Estes são a melhor opção para aplicações até 5 anos de duração.

Depois de tomar esta decisão, convém também perceber quanto dinheiro tem para investir. Se tem menos mais de 1000 euros e menos de 100 mil euros, então procure o banco que mais pague em depósitos a prazo e que não tenha qualquer tipo de restrições. Confira e compare as taxas de juros entre instituições bancárias e, de preferência, evite serviços adicionais como cartões de crédito, para poupar nas comissões.

Uma boa alternativa a estes depósitos a prazo são os certificados de tesouro Poupança Mais. Nas estações de Correios é possível recorrer a este tipo de instrumento financeiro, que têm uma taxa de juros anual bem generosa. Em 2016, esta era de 2,25 por cento, por exemplo.

Se por sua vez o seu mealheiro é inferior a mil euros, então o melhor é procurar um banco que ofereça melhores condições para valores mais baixos. No entanto, nestes casos raramente vale a pena o esforço. O rendimento acaba por ser baixo para tanto tempo de espera, justificando ainda menos o facto de ter de abrir uma conta de propósito só para aplicar o dinheiro.

Por sua vez, se tem mais de 100 mil euros disponíveis para investir, então as suas opções são bem mais alargada. Aqui o melhor será mesmo negociar para conseguir o melhor acordo. O pior que lhe pode acontecer é acabar por optar por um dos depósitos a prazo que os bancos já oferecem. No entanto, se nessa negociação conseguir um aumento nem que seja de meio ponto percentual, então já terá uma vitória.

Existem algumas dicas que pode ainda tomar com montantes elevados. E a principal é dividir o montante por vários bancos, beneficiando de diferentes tipos de acordo e de diferentes taxas de juros. Ou seja, opte por aplicar diferentes montantes de 100 mil euros em diferentes instituições bancárias. Outra dica importante passa por procurar bancos cujos depósitos até 100 mil euros estejam garantidos. Uma boa opção são os bancos estrangeiros a operar em solo nacional, uma vez que essa garantia é dada por outro organismo que não o Fundo de Garantia de Depósitos, que como sabemos pode ser pouco fiável.

Finalmente, se gosta de correr riscos, então experimente a bolsa de valores. Invista o seu pé de meia em acções e faça crescer a sua rentabilidade de uma forma mais rápida e em menos tempo. Não necessita sequer de ter um conhecimento aprofundado no mundo da bolsa, mas pode sempre recorrer antes a um fundo que reuna acções de todo o mundo. Esta é a opção mais simples e barata. Existem ainda bancos que servem de intermediários com estes fundos.

No fundo, as opções disponíveis no mercado financeiro são variadas. Contudo, o mais importante é decidir de forma sensata e responsável. Não comprometa o seu orçamento familiar e lembre-se que não existem fórmulas mágicas de ganhar dinheiro. No entanto, no poupar é que está o ganho, já diz o adágio popular.